bio

Achiles Luciano

São Paulo - SP - Brasil  

Iniciou sua carreira na publicidade antes que pudesse concluir o curso de Comunicação Visual na FAAP. Atuou em diferentes áreas - past-up, arte finalista, lay-out man, mas quando começou a ilustrar e manchar descobriu sua aptidão pela pintura. Participou II Mostra de Grafite em São Paulo e obteve a oitava colocação entre os dez premiados que foram enviados para a exposição no MIS (Museu da Imagem e do Som). Considerando que foi o primeiro trabalho que fez em larga escala começando assim com o grafite. No início da década de noventa pintou sua primeira tela. Hoje seu trabalhos estão espalhados pelo Brasil e exterior. Trabalhando como artista visual desde 93, participando de várias exposições, além de ter realizado vários outros trabalhos como: 

ARTE EDUCADOR: * Exposição Flávio Império - Sesc Pompéia 1999 * Mostra Brasil + 500 Redescobrimento 2000 * Workshop de pinturas e escolas públicas e particulares nas cidades de São Paulo, Rio de Janeiro e Porto Alegre 2007 * Workshop de pintura digital com o software Tagtool em várias unidades do Sesc deste de 2012 a 2014 

ARTISTA PLÁSTICO: * Telefônica - seis trabalhos reproduzidos para cartões telefônicos 05/2000 * Molico e Projeto Alma Paulista - post cards 2000 * Hering - releitura de logotipo 05/12/ 2000 * Chivas Jazz Festival Segunda edição 06/2001 * Exposição coletiva "Caribian, Áfrican, Asian, South American" CASA Galery, 7 Gretorex Street - Spitalfieds - London – England 10/12/2001 * Happening - Uma fusão de pintura e música, o diálogo entre o músico improvisando e pintor criando simultaneamente. * Exposição coletiva “Brasil no Ar” Galeria Del Angels em Barcelona – Espanha em 2005 * Exposição individual “1 + 1, ou mais...” Galeria Experimenta em São Paulo 2008 ACHILES LUCIANO - artista visual * Participação do Projeto da casadalapa “Enquadro - capítulo 1: Domingas” um curta e um livro, lançamento em 2009 *Exposição individual “Tag Noise” Instituição Sesc unidade Santo Amaro em São Paulo 2012 * Participação com Grafite Digital no Projeto “Juntos pela Água” da Odebrecht Ambiental em Limeira 2014 * Residência artística em São Paulo Casa de Zuleika em 2014

http://www.casadezuleika.com/#!residencia-artistica/c1rmp

* Participação na criação, coordenação e desenvolvimento de conteúdos das projeções do “Premio Movimento Criativo” em 2015 no Auditório Ibiraquera. * Participação com Grafite Digital no Projeto “Terreiro Urbano” da CIA Treme terra em 2015 na rede Sesc e Olido. * Participação como VJ no show “Dexter e a Banda Flor de Lótus" em São Paulo no Auditório Ibiraquera, 2016 * Intervenção Live Painting em Wynwood Yard em Miami - Florida EUA em 2016. * Participação com Grafite Digital e Vídeo no Projeto “Pele Negra Mascaras Branças” da CIA Treme terra em 2016 e 2017  * Participação com Grafite Digital e Vídeo no Projeto “Anonimato - Orikís Aos Mitos Pessoais Desaparecidos” CIA Treme Terra com direção de João Victor Nascimento e coreografia de Firmino Pitanga desde 2017 e 2020 * Desdobramento do projeto EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DISCURSO para EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DIÁLOGO 2021 a 2017.

ALEMANHA 2013 e 2014: * Residência Artística em Feldafing Alemanha, Villa Waldberta - Secretaria da Cultura de Munique, de 1 de fevereiro à 28 de abril de 2013 - coletivo +br13 * Exposição: EXTENSÃO NECESSÁRIA DO DISCURSO na Galeria Streitfeld Projektraum em Julho de 2014

DIREÇÃO DE ARTE: * Intervenções urbanas da Cia de teatro Os Crespos – A construção da imagem e a imagem construída, São Paulo – 2009/ 2010

GRAFITE DIGITAL:  TAGTOOL Espetáculos e vivencias: Integrante do Coletivo DMV22 * coletivo DMV22 - Projeto VRUM – Circuito Sesc de Artes 2011 * coletivo DMV22 - Projeto VRUM – Inauguração Sesc Santo Amaro – 2011 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho vivencia infantil Sesc Ipiranga 2011 * coletivo DMV22 - Projeto VRUM – Sesc Araraquara Festival de inferno 2011 * coletivo DMV22 - Projeto VRUM – Sesc Pompéia Temporada de Janeiro 2012 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho – temporada Teatro União Cultural 2012 * CIA de arte nKu - As Notas de Luzia - teatro infantil - cenário e personagens digitais ao vivo 2012 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho – Sesc São Carlos 2012 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho – Sesc Campinas 2012 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho – Sesc Piracicaba 2012 * coletivo DMV22 - Projeto VRUMvrumzinho vivência infantil no MIS 2012 * coletivo DMV22 - Projeto Trepp residência artística Villa Waldberta Alemanha e apresentação Sesc Santana São Paulo - Brasil 2013 * coletivo DMV22 - Projeto Trepp - Sreitfeld Porjektraum 2014 * coletivo DMV22 - Projeto circulação VRUM e VRUMvrumzinho nas cidades Fortaleza, Rio de Janeiro, Recife e São Paulo através do edital da Caixa Cultural * Projeto “Splash" de Ricardo Maio Produções com a direção de Mark Bromilow 2017 a 2018.

INTERVENÇÕES: * Integrante do Coletivo Frente 3 de Fevereiro e casadalapa. * Projeto mensal Improvisado na Casa das Caldeiras de 2009/2010 * Kenako: Copa do Mundo das Empresas - D.L.P. sobre os temas Sul-africanos dia 8 de julho de 2010. * Zap! Zona Autônoma da Palavra: Um Slam Brasileiro do Núcleo Bartolomeu de Depoimentos – D.L.P. 13/05/2010 * AfriCAZAnossa de Bukassa Kabengele – D.L.P. em dois shows – dia 19 de março e dia 28 de maio de 2010 * Inauguração do Centro Cultural do Palácio dos transporte - 31 de agosto de 2012 * Intervenção, grafite digital no lançamento Samsung Galaxy tablet 10.1 - Jockey Clube 2012 * Grafite Digital - Stand da Peugeot para o lançamento do 208 - Salão do Automóvel 2012 CENOGRAFIA: * Cenário para foto revista Raça – Vermelho Fogo 1999 * Cenário para foto revista Trip – Cartoon 2000 * Evento Ballantines Leave an impression 2007 * Elaboração de exposição e cenário peça teatral “Encontros Notáveis” projeto 5 x 4 Sesc Paulista 2008 * As Notas de Luzia - teatro infantil - cenário digital 2012 * Live Painting em Windwood EUA - Miami - 2016. VJ com a Banda Francisco El Hombre 2017 a 2018. 

Resenha

TEXTO: 1 + 1, ou mais...

Presentificar Pre.sen.ti.fi.car (lat praesentificare) vint 1 O estado presente do corpo no espaço e no tempo; 2 Abertura sensível para relacionar-se com densidade; 3 Inventar formas singulares de existência; afirmação do dissenso; 4 Ato de ignorar recomendações gerais e protocolos; 5 Mobilidade interna; colocar-se disponível; 6 Não reduzir a si próprio nem a outrem; ser; 7 Não lutar contra o vazio; sentirse; 8 Estado manifesto de criação; inevitável metamorfosear-se; 9 Ter um par de asas. Parte deste corpo urbano sentimos, profundamente, rasgos, fissuras, cacos. Cotidianas experiências de distanciamento, separação, emparedamento. A cidade não para. E seus fragmentos estão por todos os lados. Como juntá-los, surpreendê-los, dar a eles um novo sentido? Como propositor de encontros, Achiles Luciano coloca-se constantemente diante do desafio de “estar com”. Seus trabalhos acontecem, muitas vezes, em processos compartilhados de criação – obras que surgem a partir de outras imagens, pinturas que nascem, em tempo real, do encontro inesperado com produções de outras linguagens, convidados a compor um território comum. Na exposição “1 + 1, ou mais...”, seu principal material de trabalho é a manipulação de imagens capturadas pelo olhar de alguns fotógrafos. Imagens que, antes de se transformarem em um novo trabalho, já são registros de corpos coletivos. Seus contornos se espelham, se somam e, mutuamente, se transformam. O trabalho “em encontro” do Achiles Luciano tem como principal característica a possibilidade da troca. E o enlace de cada um dos fragmentos, as relações tecidas, as imagens criadas, compõe uma experiência sensível, o surgimento de uma materialidade compartilhada.

Texto: Cibele Lucena 2008

Fotos

  • Facebook
  • Linkedin
  • insta
  • Youtube
  • flickr
  • twitter
  • tumblr
  • vimeo

© 2013 by achiles luciano